Marketing DigitalComo começar um negócio?

Como começar um negócio?

Como começar um negócio?

Está a pensar em tirar o seu projeto da gaveta?

Tornar o seu projeto em realidade?

Procura independência financeira e maior liberdade?

Como consultor de marketing digital especializado em criar negócios na internet, estou aqui para ajudar a transformar esses sonhos em realidade.

Com base na minha experiência em desenvolvimento de negócios online, posso oferecer conselhos e orientações valiosas para auxiliá-lo a dar os primeiros passos de forma segura e eficaz.

Neste artigo, abordarei o planeamento de como começar um negócio online, os passos essenciais a ter em consideração e as principais estratégias de marketing e canais que o ajudarão a atingir os seus objetivos.

Se está pronto para embarcar nesta jornada emocionante de empreendedorismo digital, vamos começar!

Que tipo de negócio posso fazer?

Está a pensar em criar um negócio, mas não sabe que tipo de negócio criar?

Fique a saber como começar um negócio em qualquer área, mesmo que a não domine.

Detetou um oportunidade de mercado, tem uma solução melhor para determinado problema, consegue resolver uma dor ou desejo, porque não testar o mercado?

Uma ótima maneira de começar é identificar um problema ou necessidade existente no mercado é desenvolver uma solução inovadora.

Considere as suas próprias experiências e desafios que enfrenta e pergunte-se: “Existe algo que eu possa fazer para resolver este problema?”.

Se não possuir experiência nesse nicho de atuação apenas terá um trabalho e estudo maior.

Por outro lado se escolher um nicho que já conhece e tem alguma experiência, o seu percurso será mais fácil.

Por exemplo, se você é um apaixonado por fitness e saúde, pode considerar a criação de um negócio online relacionado a treinamento pessoal, consultoria nutricional ou venda de produtos fitness.

 

Ambas as situações com ou sem experiência requerem a sua dedicação.

Qual o negócio mais rentável em Portugal?

ideias de como começar um negócio

Determinar o negócio mais rentável em Portugal pode depender de vários fatores.

Das tendências de mercado, demanda do público, da sua própria expertise entre vários outros fatores.

No entanto, existem algumas áreas que se destacam no cenário atual.

Turismo, Tecnologias, Saúde, Conhecimento e Sustentabilidade.

Um setor em crescimento é o comércio eletrónico.

A conveniência e a expansão do mercado online oferecem oportunidades significativas para empreendedores.

Considere nichos específicos, como produtos para bebés, roupas e acessórios sustentáveis ou suplementos alimentares.

Identificar um nicho lucrativo e criar uma estratégia de marketing direcionada pode ser uma fórmula para o sucesso.

Serviços de consultoria e educação online também estão em alta.

Existe uma maior procura pelos chamados infoprodutos, cursos, vídeo-aulas e programas de mentorias online.

Na área da saúde, existe um grande potencial de negócio no desenvolvimento de tecnologias e soluções que promovam o bem-estar e a saúde das pessoas.

Por exemplo, considere a possibilidade de oferecer serviços de telemedicina, permitindo consultas médicas online e facilitando o acesso aos cuidados de saúde.

Outra oportunidade é criar uma empresa de bem-estar, oferecendo serviços como coaching de vida, terapia holística, yoga e meditação.

Outra área relacionada com a saúde é a alimentação e nutrição.

As pessoas de uma maneira geral as pessoas estão cada vez mais preocupadas com a sua alimentação.

No ramo de alimentação saudável existem vários modelos de negócios que pode testar.

A sustentabilidade também é uma área em crescimento, com um aumento da demanda por produtos ecológicos e soluções sustentáveis.

Uma oportunidade de negócio rentável é criar uma empresa que ofereça produtos ecológicos e sustentáveis, como produtos de limpeza biodegradáveis, produtos de higiene pessoal orgânicos e alimentos saudáveis produzidos localmente.

Outra grande área em crescimento são as tecnologias: inteligência artificial, realidade aumentada e experiências imersivas.

Por exemplo a realidade aumentada, é uma tendência crescente que oferece várias oportunidades de negócio. 

Por exemplo, você pode criar uma empresa especializada em desenvolver aplicativos de realidade aumentada para setores como turismo, educação e entretenimento.

Imagine criar um aplicativo que permite aos turistas explorar pontos turísticos com informações e guias virtuais em tempo real.

Além disso, a realidade aumentada também pode ser utilizada em programas de ensino corporativo, jogos interativos e até mesmo em aplicações médicas, proporcionando experiências imersivas e inovadoras.

A indústria dos drones também está a dar um salto surpreendente.

Apesar de ser uma área consolidada o sector do turismo tem sido uma aposta nacional para ajudar a fomentar a economia Portuguesa.

A oferta dos hotéis e alojamento local tem crescido substancialmente.

Investir na área de turismo em Portugal pode ser uma boa opção.

Os visitantes estão cada vez mais em busca de experiências autênticas e personalizadas.

Uma oportunidade de negócio interessante é criar um serviço de turismo exclusivo, oferecendo atividades únicas e roteiros personalizados para os visitantes.

Por exemplo, você pode desenvolver uma empresa de turismo gastronômico, que promove degustações de produtos locais, visitas a vinícolas e restaurantes com chefs conceituados.

Outra opção é oferecer tours temáticos, como turismo de natureza, turismo histórico, turismo religioso ou turismo de aventura, adaptando-se aos interesses e preferências dos viajantes.

Mercado Pet Como começar um negócio

Um mercado menos consolidado e em crescimento em Portugal é o mercado pet.

Poderá ser um bom negócio criar uma pet shop móvel, uma clínica veterinária ou um e-commerce dedicado a serviços, produtos para animais domésticos.

Para negócios mais tradicionais mas que ainda existem oportunidades sugerimos:

Serviços de limpeza, lavandaria, babysitting, serviços de jardinagem, salões de beleza para o público masculino, maquilhagem e design de sobrancelhas para publico feminino.

Na área da restauração poderá ser uma boa opção as food trucks muito em moda.

Restaurante de comida brasileira por causa da comunidade de brasileiros a viver em Portugal.

Modelos de negócios no segmento da alimentação saudável.

Kits de refeições, produtos naturais, produção artesanal, bolos caseiros entre várias opções.

Independentemente do tipo de negócio escolhido, é importante ter um planeamento sólido desde o início.

Isso inclui identificar a sua ideia de negócio, o seu nicho de atuação, fazer uma pesquisa de mercado, entender as necessidades do seu público-alvo e entregar um valor excecional.

Considere a sua paixão e conhecimentos sobre determinados temas, pois isso pode ajudar a definir a direção do seu negócio.

Para saber como começar um negócio, comece por analisar o mercado e identificar oportunidades e nichos que possam ser ainda explorados.

Como descobrir o meu nicho de mercado?

Como descobrir o meu nicho de mercado?

Descobrir o seu nicho de mercado é um passo crucial para o sucesso do seu negócio e por vezes não é uma tarefa fácil de se conseguir à primeira.

O meu conselho como consultor de marketing especializado em criar negócios online, é que teste, experimente o mais rápido possível e falhe muitas vezes.

Temos a certeza que se não desistir encontrará a sua fatia de mercado.

Identificar o seu nicho permitirá concentrar-se num público-alvo específico e oferecer soluções que atendam às suas necessidades de uma forma única.

Para descobrir o seu nicho de mercado, comece por analisar os seus interesses, paixões e experiências.

Considere as suas habilidades e conhecimentos que poderão ser úteis para os outros.

Pergunte-se: “Quais são os problemas ou desafios que eu posso resolver com o meu conhecimento?”

Em seguida, conduza uma pesquisa de mercado para identificar a demanda e a concorrência para esse nicho.

Utilize ferramentas online, como pesquisas, grupos de discussão e análise de palavras-chave, para obter insights valiosos sobre o mercado e as necessidades do público.

Muitas vezes um nicho é iniciado por quem não encontrou uma solução para o seu problema e decidiu criar um negócio para suprimir as mesmas dores ou desejos que passou.

Outras vezes pela identificação de uma oportunidade de negócio e mesmo sem qualquer experiência ou conhecimento na área realiza-se um teste no mercado, valida-se a ideia e vai-se aprendendo com os obstáculos e desenvolvimento do negócio.

Para o ajudar nesta tarefa, pegue numa caneta e papel e responda a estas perguntas sem pensar muito.


 

1. O que sei fazer? Sou bom em alguma coisa?

Pense nas soft skills e hard skills que gostariam de ser remunerado com o seu trabalho.


 

2. Qual é a minha paixão? O que gosto de fazer?

O que me faz vibrar, correr atrás com dedicação. Tem que estar orientado a valor, ou seja, orientado para a criação de valor.


 

3. Qual é o cliente ideal?

Em que local, canais os encontro? O que é que eles têm em comum?


 

4. Quanto é que o meu potencial cliente está disposto a pagar?

Que problema precisam de ajuda a resolver? Que transformação procuram alcançar?


 

5. O que o mundo realmente precisa?

Que mudança na realidade, no mundo pretende fazer?

Analise as suas respostas e na interceção do que sabe fazer, gosta de fazer, do que o mercado precisa e o que as pessoas estão dispostas a pagar encontrará o seu nicho ideal.

Depois de tomar uma decisão, procure conhecer bem o seu nicho de atuação.

Obter o máximo de informação sobre o nicho escolhido. 

Vantagens, desvantagens, ofertas, produtos, serviços relacionados.

Concorrentes e suas vantagens competitivas.

Público-alvo, canais de marketing entre outras informações relevantes no seu segmento de mercado.

Para saber como começar um negócio, também é fundamental criar e estruturar uma boa oferta.

Como criar uma oferta?

Criar uma oferta na internet requer algum cuidado e estratégia. Aqui estão algumas dicas para ajudar nesse processo:


Conheça o seu público-alvo
Isso ajudará a direcionar sua oferta de forma mais eficaz.


Destaque os benefícios
Ao comunicar a sua oferta, foque nos benefícios que ela proporciona.

Os potenciais clientes estão interessados em saber como é que o seu produto ou serviço pode melhorar suas vidas, resolver problemas ou satisfazer as suas necessidades.


Apresente provas sociais
Testemunhos, avaliações positivas, estudos de caso e números podem ajudar a validar sua oferta e aumentar a sua credibilidade.


Crie uma proposta de valor única
Destaque o que torna sua oferta única e melhor em comparação com os seus concorrentes.


Utilize elementos visuais e storytelling
O storytelling pode ajudar a tornar sua oferta mais atraente e memorável.

Utilize imagens relevantes e de alta qualidade que transmitam a essência da sua oferta.


Ofereça incentivos e garantias
Para tornar a sua oferta ainda mais atrativa, considere oferecer incentivos, como descontos, brindes ou bônus exclusivos.

Além disso, inclua garantias de satisfação, mostre a qualidade do seu produto ou serviço e que você é de confiança e entrega mais do que promete.

Teste diferentes abordagens, acompanhe os resultados e realize ajustes conforme necessário.

Como estruturar de uma oferta?

Ao estruturar uma oferta, existem alguns pontos importantes que você deve ter em consideração:


 

Título atraente
Comece com um título chamativo e persuasivo que capte a atenção do seu público-alvo.


 

 

Descrição clara da oferta
Em poucas frases, explique o que sua oferta oferece e como ela resolverá um problema específico ou satisfará uma necessidade do cliente.


 

 

Diferencial único
Destaque o que torna a sua oferta especial e diferente das demais no mercado.

 

 

 

Contextualização visual
Utilize imagens relevantes que agreguem valor à sua oferta.


 

 

Formulário de captura de dados
Inclua um formulário para que os visitantes da página possam fornecer as suas informações de contato.


Garanta que o título, a oferta e o botão de call to action (CTA) estejam alinhados e transmitam a mesma mensagem.


 

 

Utilize gatilhos mentais
Faça uso de gatilhos mentais para despertar o interesse e incentivar a ação. 

Exemplos de gatilhos mentais incluem escassez (oferta por tempo limitado), prova social (testemunhos de clientes satisfeitos) e exclusividade (oferta para um grupo específico de pessoas).


 

 

Ofereça garantias
Ofereça uma garantia de satisfação para transmitir confiança aos potenciais clientes. Isso pode incluir uma política de reembolso ou a promessa de resolver qualquer problema que surja.

Não se esqueça de otimizar o URL da página de conversão com a palavra-chave principal relacionada à sua oferta.

A estrutura de uma oferta varia consoante o tipo de produto ou serviço que você está a oferecer.

O importante é criar uma página de conversão clara, atraente e persuasiva, que motive os visitantes a agir e converter.

Lembre-se que as pessoas compram essencialmente por três motivos: dor, desejo e necessidade.

Qual deles é o principal na sua oferta?

Dica Especialista

Desenvolva páginas de vendas (landing pages) específicas para cada campanha, mesmo que ofereçam a mesma oferta.

Isso permitirá uma jornada do usuário mais linear e conectada, desde o primeiro clique até a conversão.

Uma ótima maneira de acompanhar e descobrir o que funciona é através dos testes A/B.

Se tiver duas ideias, coloque ambas em prática e descubra qual delas funciona melhor!

Esta abordagem ajudará a otimizar as suas campanhas e a direcionar os esforços para as estratégias que realmente gerem resultados positivos.

Testar o mercado através do produto minimamente viável (MVP)

Quando você tem uma ideia para um negócio online, é importante testar o mercado antes de investir recursos significativos.

O produto minimamente viável (MVP) é uma abordagem que permite validar sua ideia e coletar feedback valioso dos clientes antes de lançar o produto ou serviço completo.

A ideia é tentar vender primeiro, descobrir se existe mercado para a oferta antes de investir tempo e dinheiro a construir uma marca, site, produto ou serviço.

Testar o mercado, estratégias, gerar resultados para tomar as melhores decisões.

Validar a sua oferta antes do seu lançamento.

Para criar ou melhorar o MVP Mínimo Produto Viável siga estes 3 passos:

 

 

1.
Defina a proposta de valor
.

A sua oferta é atrativa no mercado.

Gerará receita e ponto de obter lucro?

 

 

2
Teste a resposta do mercado
.

Compreenda o interesse do público na sua oferta, produtos ou serviços ao ponto de justificar o investimento.

 

 

3
Análise os dados obtidos

Após testar o mercado e público-alvo interprete os dados recebidos. O que é que eles dizem?

Perceba se faz sentido o seu modelo de negócio.

Se é viável.

Caso seja positivo e que esteja dentro das suas espectativas avance.

Senão pode reformular uma nova hipótese, alinhar a sua proposta de valor com o mercado e fazer um novo teste.

O objetivo desta etapa de validação das sua oferta é o aprendizado em relação à sua oferta perante o mercado e público-alvo.

Este teste vai-lhe ajudar a saber como começar um negócio com o pé direito.

Exemplo MVP na área dos serviços

Um exemplo de aplicação do MVP na área de serviços é criar um site simples ou uma página de vendas que descreva o serviço que oferece.

Em seguida, divulgue a oferta de negócio e direcione tráfego para o site.

Isso permitirá que você observe a resposta do público e colete feedback.

Com base nesse feedback, você pode ajustar e aprimorar seu serviço antes de lançá-lo oficialmente.

Outra abordagem é desenvolver um protótipo do seu produto físico ou software e compartilhá-lo com um grupo seletivo de clientes.

Isso permite que você avalie a demanda e a aceitação do mercado, além de identificar possíveis melhorias antes de lançar o produto completo.

Ao utilizar um MVP, você economiza tempo e recursos, evitando investimentos desnecessários em uma ideia que pode não ser viável.

É uma maneira inteligente de validar seu conceito e garantir que você esteja oferecendo algo que os clientes realmente desejam.

Como começar um negócio online do zero?

Marketing B2B

Ao começar um negócio online do zero, existem várias etapas importantes a serem consideradas.

Depois de ter construído o MVP (Mínimo Produto Viável), testado a sua oferta no mercado, público-alvo e analisado os dados obtidos.

Primeiro, você precisa definir claramente seu modelo de negócio e criar um plano estratégico que inclua suas metas, público-alvo, estratégias de marketing e fontes de receita.

Sabemos que pode ser difícil estruturar um plano estratégico, mas dedique algum tempo para que possa traçar um caminho e estar preparado para atender às demandas e solucionar as várias situações que possam surgir.

De preferência esteja preparado para reajustamentos durante a execução.

Tenha bem definido quais são os objetivos e as metas do seu negócio, bem como as estratégias para alcança-las.

Quer possua um estabelecimento físico ou digital, a nossa experiência profissional pode ajudar o seu negócio a alcançar novos mercados, a chegar a novos clientes e a obter mais vendas.

Para começar um negócio online do zero, considere os seguintes pontos:

1Defina o mais claro possível a sua ideia.

Pode ser um modelo de negócio, um produto, um serviço, uma melhoria de processo, um problema, etc.

O potencial cliente terá que perceber muito bem a sua oferta.

2. Estude o seu nicho de mercado.

Compreenda os aspetos quantitativos e qualitativos do nicho.

Identifique o grupo de consumidores com as necessidades não atendidas.

 

3. Escolha e registe um domínio relevante para o seu negócio.

4. Escolha um serviço de alojamento com boa relação preço qualidade para hospedar os seus ativos digitais.

5. Crie uma página de vendas ou um site simples com as páginas mais relevantes dos produtos, serviços, informações e contatos.

Certifique-se de que a criação de site ou página seja atraente, fácil de navegar, rápido e otimizado para dispositivos móveis.

Se já tiver uma loja física aproveite o crescimento do comércio eletrónico e coloque os seus produtos à venda através dos vários marketplaces disponíveis.

Se preferir criar uma loja online tenha especial atenção otimização do carrinho de compras, às opções de pagamento e à distribuição das entregas.

A logística e a entrega são uma das etapas mais importantes do processo de compra e satisfação dos clientes.

Se conseguir manter os seus clientes vai rentabilizar ao máximo o seu investimento e desenvolver o negócio através de outros produtos ou serviços.

Para quem está no setor da restauração pode aproveitar o potencial do digital e oferecer aos seus clientes a possibilidade de realizar reservas ou marcações online.

Pode aproveitar também as várias plataformas que existem como por exemplo thefork, trivago para ampliar a sua visibilidade.

6. Crie um plano de marketing abrangente que inclua as estratégias da marketing digital mais indicadas para o seu tipo de negócio.

Como por exemplo: redes sociais, campanhas de email marketing, marketing de influência, estratégia Seo local, marketing de conteúdo, estratégias de publicidade paga como google ads, facebook ads e instagram ads entre outras.

7. Por fim, com base em nossa ampla experiência no planeamento e desenvolvimento de negócios online, é essencial que qualquer empreendimento possua um funil de marketing ou vendas para guiar todo o seu tráfego, tanto pago quanto orgânico (não pago) automaticamente ao seu objetivo.

Funil de marketing digital

Funil Consultor Marketing Digital

O funil de marketing ou vendas é desempenha um papel fundamental no desenvolvimento das estratégias de marketing, bem como na criação dos diferentes tipos de conteúdos para nutrir a jornada do potencial cliente em cada etapa do funil.

O objetivo é fazer com que o potencial cliente progrida ao longo das etapas do funil até chegar à decisão de compra. 

Em cada uma dessas etapas, é fundamental que o cliente estabeleça uma conexão e receba o conteúdo adequado à sua jornada de compra.

Assim será importante criar ofertas para o topo do funil (ToFu) para o meio e fundo do funil (MoFu e BoFu).

Vamos dar um exemplo para ser mais fácil visualizar:

Topo do Funil (ToFu):

Objetivo: Atrair a atenção e gerar conscientização sobre a marca, produto ou serviço.

Foco: educar e informar o público-alvo, despertando o interesse e a curiosidade em relação ao seu negócio.

Resultado esperado: capturar leads qualificados interessados em saber mais sobre o seu mercado.

Exemplos de conteúdos para o topo do funil:

  • Blog posts informativos sobre tópicos relevantes para o seu nicho de mercado.
  • Vídeos educacionais e tutoriais no YouTube.
  • Ebooks gratuitos sobre assuntos relacionados com o  seu produto ou serviço.
  • Webinars introdutórios sobre temas de interesse do seu público-alvo.


    Exemplos de ofertas para o topo do funil:
  • Um guia gratuito para iniciantes no seu setor ou nicho.
  • Um checklist de melhores práticas relacionadas com o  seu produto ou serviço.
  • Acesso a uma série de vídeos exclusivos com dicas e truques relacionados ao seu mercado.

Meio do Funil (MoFu):

Objetivo: nutrir e seduzir os leads, construindo um relacionamento e criando confiança.

Foco: fornecer informações mais detalhadas e relevantes, apresentando o seu produto ou serviço como uma solução para os desafios do público-alvo.

Resultado esperado: identificar leads mais interessados e preparados para a próxima etapa do funil.

 

Exemplos de conteúdos para o meio do funil:

 

  • Estudos de caso detalhando como o seu produto ou serviço ajudou clientes anteriores.
  • Webinars educacionais aprofundados sobre tópicos específicos.
  • White papers e relatórios comuns enfrentados pelo abordando problemas seu público-alvo.
  • Demonstração de produtos ou serviços em formato de vídeo.
  • Sessões de consultoria gratuita para entender melhor as necessidades dos potenciais clientes.

     

    Ofertas para o meio do funil:

     

  • Um teste gratuito ou versão de avaliação do seu produto ou serviço.
  • Uma consulta individualizada para discutir como seu produto ou serviço pode solucionar os desafios específicos do cliente.
  • Acesso a uma comunidade exclusiva para membros interessados no seu nicho de mercado.

Fundo do Funil (BoFu):

Objetivo: converter os leads em clientes, levando-os a tomar a decisão de compra.

Foco: oferecer informações específicas sobre preços, recursos, benefícios e diferenciais competitivos, fornecendo provas sociais e demonstrações para gerar confiança e reduzir objeções.

Resultado esperado: fecho do ciclo de vendas e conversão dos leads em clientes satisfeitos.

 

Exemplos de conteúdos para o fundo do funil:

 

  • Estudos comparativos entre o seu produto ou serviço e os concorrentes.
  • Depoimentos em vídeo de clientes satisfeitos.
    Demonstração personalizada do produto ou serviço.
  • Avaliações gratuitas para permitir que os potenciais clientes experimentem a solução.
  • Webinars finais com informações detalhadas sobre preços e benefícios.

     

Ofertas para o fundo do funil:

  • Um desconto especial para a primeira compra ou renovação do serviço.
  • Um pacote de serviços adicionais ou upgrade para clientes que já utilizam seu produto ou serviço.
  • Um período de teste estendido ou garantia de satisfação para incentivar a confiança e a decisão de compra.

     

É importante ressaltar que os objetivos gerais, conteúdos e ofertas de cada etapa do funil, variam de acordo com o tipo de negócio, público-alvo e estratégia adotada.
A chave é fornecer conteúdos relevantes e direcionados para cada etapa do funil, ajudando os potenciais clientes a progredir e tomar a decisão de compra.

Quais são os melhores canais de marketing?

Canais Marketing Gabriel

A escolha dos canais de marketing deve ser baseada nas necessidades e características do público-alvo e dos objetivos de marketing da empresa.

A combinação adequada de canais pode maximizar o alcance e o impacto da estratégia de marketing.

Cada canal e estratégia de marketing poderá ser uma parte importante para atrair futuros clientes: campanhas de email marketing, redes sociais, marketing de influência, estratégia seo, marketing de conteúdo, anúncios pagos no google ads, facebook ads, instagram ads, etc.

Tem é que garantir que elas funcionem juntas para o mesmo objetivo.

Cada canal tem a sua particularidade, mas todos eles podem ajudar como fontes de tráfego para as suas páginas de conversão (landing pages).

A ideia é atrair o máximo de visitantes qualificados para os seus canais de conversão.

Não se esqueça de acompanhar as métricas e resultados de cada canal para ajustar sua estratégia conforme necessário.

Por último nunca pare de explorar novos canais para gerar leads ou vendas.
A geração de leads é um trabalho contínuo de teste, análise e otimização.

Perguntas frequentes

MVP é a sigla do termo inglês Minimum Viable Product, que pode ser traduzido como Produto Minimamente Viável.

O MVP é uma espécie de protótipo inicial de uma ideia que tem como principal finalidade testar a viabilidade e o modelo de negócio.

Consiste em construir uma versão simples da oferta, produto ou serviço, com o mínimo de recursos possíveis, e entregá-la aos usuários para validar a proposta de valor.

A ideia por trás do MVP é obter feedback real dos usuários o mais cedo possível, a fim de aprender, fazer ajustes, melhorias e decidir os próximos passos a serem tomados no desenvolvimento do produto ou serviço.

Em suma, o MVP é uma abordagem estratégica para testar e validar ideias de negócio de forma ágil. Vai-lhe permitir saber como começar um negócio de uma forma mais segura. 

O MVP é importante porque oferece uma abordagem prática para testar, aprender e melhorar uma ideia de negócio, minimizando riscos e maximizando as chances de sucesso no mercado.

Permite testar a viabilidade de uma ideia de negócio de forma prática, com o mínimo de recursos necessários e adquirir aprendizado de como começar um negócio de uma maneira mais segura.

E ajuda também a reduzir a incerteza inerente ao desenvolvimento de um novo produto ou serviço.

 

Um funil é o caminho que um cliente percorre para comprar um produto ou serviço da tua empresa desde prospect até ao fecho da venda.

Todas as empresas devem ter pelo menos um funil porque toda a empresa quer transformar visitantes em leads e leads em clientes.

Um nicho de mercado é um segmento específico do mercado com necessidades, dores, desejos ou características particulares.

Conclusão

Saber como começar um negócio pode ser uma aprendizagem desafiadora, mas seguindo os passos essenciais mencionados neste artigo, você estará no caminho certo para o sucesso.

Estudar sobre o assunto, analisar o mercado, construir uma oferta de valor, encontrar o público-alvo e realizar um MVP são etapas fundamentais para estabelecer as bases do seu negócio.

Além disso, é importante ser persistente, paciente e dar os passos de forma segura.

O empreendedorismo exige dedicação e determinação, pois podem surgir obstáculos ao longo do caminho.

No entanto, lembre-se de que estamos aqui para apoiá-lo e ajudá-lo em qualquer situação menos favorável que possa surgir.

Com o tempo, experiência e aprendizado contínuo, você estará preparado para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades que surgirem.

Mantenha-se focado em suas metas e objetivos, e não hesite em buscar orientação e apoio sempre que necessário.

Como começar um negócio pode ser difícil, mas com perseverança e as estratégias adequadas, você estará no caminho para construir um negócio bem-sucedido.

Autor

Somos uma agência de marketing digital, que oferece serviços de marketing digital altamente qualificados e equipas especializadas em estratégias de geração de leads e conversão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

close
Icon Agencia de Marketing Digital Gabriel Cunha
Junte-se a mais de 3100 empresários! 😉

Descubra as mais recentes estratégias e ferramentas de geração de resultados.

Publicada uma vez por semana (apenas 3 minutos de tempo de leitura).

ASOLUTAMENTE GRÁTIS.